Câmara de Espelhos

Identidade visual e material de divulgação para o documentário Câmara de Espelhos, de Dea Ferraz, uma produção da Alumia. Gouuache sobre papel algodão, 42 x 29,7 cm. #MachismoMata #FeminismoLiberta

Um sujeito-contexto enquanto cubo. Corta. Um dispositivo representado através de dois cubos aninhados, conectados e interagindo na expulsão do que parece ser um cisto doloroso. Ou ainda (de uma perspectiva otimista) a projeção de um grito que desvela uma quarta dimensão que insiste em naturalizar o silenciamento da liberdade e individualidade de nossos corpos políticos femininos.

Para nós Câmara de Espelhos é esta caixa propulsora, um tesseracto, cujos planos tensionados de energia (ao modo de Pandora) evidenciam esta realidade incrustada e a relevância do debate e luta feminista, ainda tão urgentes.